Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

365 forte

Sem antídoto conhecido.

Sem antídoto conhecido.

05
Nov15

A inacreditável estupidez de todos nós sobre o BES/Novo Banco

Diogo Moreira

Pensão de Ricardo Salgado triplica para 90 mil euros mensais



Uma entidade que paga e faz aumentos desta magnitude sobre as pensões milionárias dos seus ex-gestores, que foram responsáveis por levar a dita à falência, não pode receber um cêntimo de ajuda do Estatal.



É imoral e um insulto para todos os portugueses.



Nem mais um cêntimo para o Novo Banco. O dinheiro de todos nós não serve para isto.

4 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Carlos Vaia 05.11.2015

    Pode ser que em breve o PSD/PP deixem de ter dinheiro para pagar aos comentadores como o Jaime Santos para vomitarem estupidez. Já faltou mais.
  • Sem imagem de perfil

    Jaime Santos 05.11.2015

    O Jaime Santos por acaso até é de Esquerda e votou no PS, como atestam incontáveis posts atrás. Simplesmente, o Jaime Santos não gosta de recorrer a um dado tipo de retórica quando lhe faltam os meios (legítimos) para a concretizar, até porque não gosta de fanfarronadas. Portugal ainda é um Estado de Direito, o que significa que a 'defesa dos contribuintes' (bandeira que em tempos Paulo Portas empunhou, com os resultados que se conhecem) não se sobrepõe ao cumprimento da Lei, mesmo quando esta nos desagrada, como no caso presente. Aliás, digo-lhe mais, defendi que o BES deveria ter sido recapitalizado (e só vendido quando devidamente recuperado e por um bom preço) em vez da peregrina ideia da resolução, como defendeu e bem Vítor Bento. Agora, vai provavelmente custar-nos muito mais a todos... Quanto aos insultos, meu caro, ficam com quem os profere, donde não preciso sequer de lhos devolver...
  • Sem imagem de perfil

    Carla 05.11.2015

    Oh, Jaime, se és do PS, então deve ser da "corrente crítica" do Assis.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    «As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.»
    - Ortega y Gasset

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    No twitter

    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D