Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

365 forte

Sem antídoto conhecido.

Sem antídoto conhecido.

06
Jan16

A grande fraude eleitoral de Passos

Nuno Oliveira

Paulo Núncio, Paulo Portas, Maria Luís Albuquerque e Passos Coelho enchiam a boca com o interesse nacional, com a preocupação com a economia nacional, com as empresas exportadoras.

 

A confirmar-se a notícia de hoje do Diário Económico, fica revelado todo o cinismo político dos irresponsáveis que nos (des)governaram de 2011 a 2015. Martelar as contas públicas de 2015 e martelar a devolução da sobretaxa para iludir o eleitorado colocou em causa a tesouraria de tantas e tantas empresas e deve ser merecedor da maior censura política. Coloca o interesse partidário mesquinho da direita à frente da execução orçamental de 2015 e da economia nacional.

 

Tivessem comunicação social e comentadores a exigência de que  tantas vezes se arrogam e estes (ir)responsáveis políticos não teriam o descaramento de voltar a pedir o voto dos portugueses.

 

Adenda: Recorde-se que ainda no passado dia 25 de novembro, Núncio esteve na COFMA. 

«(… )Questionado sobre o aumento das receitas de IRS e do IVA cobradas em agosto, Paulo Núncio disse que "o que mudou foi apenas a cobrança, porque os pagamentos de reembolsos em agosto de 2015 foram sensivelmente os mesmos que em agosto de 2014", reiterando que "a questão tem a ver com cobrança de impostos e não tem rigorosamente nada a ver com a questão dos reembolsos".(…)»

 

 

2015.01.06 Diário Económico - Fisco reteve mais

 

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Manuel 06.01.2016

    Já se sabia. Bastava notar que, desde Fevereiro, o valor do IVA começou a subir a pique, alguma coisa estava errada. O governo deixou de falar disso, chegou a fazer um acordo com os bancos para o reembolso ser atrasado, passando a pagar juros de 3% anuais.
    Depois, antes das eleições, chegaram a acenar com a possibilidade de devolução de 100% da sobretaxa, "pois os resultados da economia estão a ser muito bons"... foram as eleições e, Setembro e Outubro foram os piores meses do ano. Ao nível dos meses de 2010/2011.

    Outra coisa que ainda será falada, é que existem mais de 300 pessoas que entraram para os serviços públicos, com cargos directivos, que fizeram contratos sem termo, com valores acima de 8 milhões de euros de indemnização , em caso de despedimento, até dos 10 anos de serviço. Alguns deles, pessoas que estiveram a estagiar nos serviços, subiram de estagiários a directores de serviços com valores gigantescos, em caso de despedimento sem justa causa. Outros, tiveram direito a contratos com datas até 3 anos de antecedência. Existe um director de serviço, com 27 anos, que tem um contrato como tendo entrado em 2007, em funções. Só que, o registo é que se diplomou em 2011 e entrou para a função pública em 2013. E é por base nessa data, que foi nomeado para o cargo.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    «As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.»
    - Ortega y Gasset

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    No twitter

    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D