Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

365 forte

Sem antídoto conhecido.

Sem antídoto conhecido.

16
Fev16

Síria: Está na altura da Europa pensar numa solução pragmática

Diogo Moreira

Para mim, os regimes não-democráticos são sempre alvo de desprezo, e anseio pelo dia em que a democracia seja o único regime político no mundo.



Dito isto, torna-se óbvio que a comunidade ocidental, com os EUA e a UE à cabeça, não tem qualquer intenção de interferir seriamente na guerra civil na Síria, seja por desinteresse, seja por inépcia, ou cobardia. Quase desde o início se percebeu que apenas uma intervenção efectiva com tropas no terreno poderia levar ao duplo objectivo de derrotar o Daesh; e de derrubar a ditadura de Assad. Nenhum desses objectivos parece estar a ser alcançável, e a crise dos refugiados demonstra claramente que a Europa está a ficar sem tempo para esperar uma solução do conflito.



Neste contexto, acho que se torna necessário escolher qual dos dois objectivos é mais prioritário para a UE. E claramente, derrotar o Daesh é francamente mais importante para a segurança europeia do que libertar a Síria do jugo de Assad. Isto teria o efeito de nos colocar ao lado de um dos mais eficientes interventores no conflito: a Rússia.



Está na altura de mudarmos de objectivo, ou de meios. Para uma maior segurança e estabilidade europeia, o inimigo do nosso inimigo (Assad), talvez seja o nosso mal necessário. A alternativa é colocarmos tropas no terreno, e empenharmo-nos a sério no conflito.

16
Fev16

Da falta de vergonha

CRG

"It's easy to underestimate how important shame is in American politics. But shame is our most powerful restraint on politicians who would find success through demagoguery. Most people feel shame when they're exposed as liars, when they're seen as uninformed, when their behavior is thought cruel, when respected figures in their party condemn their actions, when experts dismiss their proposals, when they are mocked and booed and protested."

Ezra Klein

«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.»
- Ortega y Gasset

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

No twitter

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D