Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



06
Out

"...feelings and thoughts can crystalize on the sidelines, whereas the center, because of it's tendency toward what is average and moderate, would reject them"

A table for one, Aharon Applefeld

 

As sondagens estavam certas. A PAF ganhou as eleições. O Governo do Miguel Relvas foi reeleito. Portas será de novo Ministro. A primeira figura do PSD a congratular-se com a vitória foi o recém-regressado do exílio mediático Marco António Costa. Nestes momentos é fácil sucumbir ao cinismo ou, pior ainda, à sobranceria, curiosamente no dia em que se comemora a implantação da república.

 

Em período eleitoral não havia esperança de que era possível acabar com a contra-producente austeridade. Na verdade essa opção nem chegou a ser dada aos eleitores. O PS com medo de ser considerado rebelde recusou-se a dizer "não", optou por um "sim, mas..." - uma austeridade homeopática. Muito provavelmente um PS que tivesse optado pela primeira hipótese teria igualmente perdido face ao espartilho ideológico da UE e ao risco demasiado elevado que isso representa para a maioria dos eleitores.

 

Mas é nestas alturas de consenso ideológico, forçado ou não, que é fundamental que as ideias diferentes, das franjas sejam apresentadas, discutidas, mesmo sem adesão substancial dos eleitores ou a possibilidade de em determinado contexto ser posta em prática. Não é uma questão de se ter razão em termos puramente teóricos. Simplesmente a percepção que algo pode ser diferente, que certas ideias maturadas e melhoradas podem transformar a comunidade num determinado sentido, é o que torna a democracia especial e merecedora de se lutar por ela.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Sitemeter



Comentários recentes

  • MRocha

    Se está na lei que devem ser públicas, cumpra-se a...

  • Jaime Santos

    Trump, além de mentiroso, é sobretudo um egomaníac...

  • Joe Strummer

    Pois, mas convem não deixar que noutro lado se ins...

  • Anónimo

    E estou eu contratado pelo estado à 16 anos.

  • Daniel Silva

    Sim, a tendencia é sempre a mesma. O aumento salar...







«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.» Ortega y Gasset