Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



"If they can get you asking the wrong questions, they don't have to worry about answers"

Thomas Pynchon

 

A melhor forma de desvirtuar um debate: extrapolar do presente um cenário e transformar esse cenário em facto. A partir daqui a discussão, que passa a ser sobre tal "facto", independentemente da sua veracidade, torna-se granítica, inamovível. E se alguém ousa colocar em causa os seus pressupostos é apelidado de irrealista - é necessário discutir o que é, não o que se deseja, dizem.

 

Este anti-debate corrói o espírito democrático. O enquadramento económico/financeiro/social é uma construção política e como tal passível de alteração, caso a comunidade assim o considere. Deste modo, não pode ser vedada a sua discussão, sobretudo das premissas que suportam uma qualquer opção política. Como escreveu Robert Reich "o mercado livre não existe na natureza. É criado e protegido pelo governo. E todas as decisões como é organizado, que contratos são fraudulentos ou coercivos, e quanto poder no mercado é excessivo depende do governo."

 

Esta introdução vem a propósito de ser dado como facto indiscutível a insustentabilidade da segurança social. Na verdade parece ignorar-se que a manutenção da presente taxa de desemprego, de crescimento económico e de emigração o que se torna insustentável é Portugal como país.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Sitemeter



Comentários recentes

  • Zzzzz

    Qualquer comparação, equiparação, ao nazismo, abso...

  • Sérgio Lavos

    Concordo, devemos respeitar quem é diferente de nó...

  • Bruno

    Muito sinceramente, isto é tudo muito lindo, mas h...

  • alvaro silva

    Só vejo dores de cotovelo e premonições de catástr...

  • J P C

    Se é isso o que o meu comentário lhe faz lembrar, ...







«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.» Ortega y Gasset