Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



04
Ago
O dia 3 de Agosto de 2014 foi histórico. À eterna questão shakesperiana "ser ou não ser?" Carlos Costa, Governador do Banco de Portugal, respondeu: ser novo.

O mau ser que sofra pedradas e flechas do destino feroz, que suporte o açoite e os insultos do mundo, que aguente os seus fardos. O novo ser não pegará em armas contra o mar de angústias, não herdará males nem terá outros: será virtuoso.

O bardo inglês sabia, porém, que na dramaturgia - tal como na vida - a interrogação é tragédia, mas a sua resposta é farsa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:




Sitemeter



Comentários recentes

  • Zzzzz

    Qualquer comparação, equiparação, ao nazismo, abso...

  • Sérgio Lavos

    Concordo, devemos respeitar quem é diferente de nó...

  • Bruno

    Muito sinceramente, isto é tudo muito lindo, mas h...

  • alvaro silva

    Só vejo dores de cotovelo e premonições de catástr...

  • J P C

    Se é isso o que o meu comentário lhe faz lembrar, ...







«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.» Ortega y Gasset