Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



22
Mai

Ruído Total

por CRG

 

Na comparação entre "1984" e o "Admirável Mundo Novo" Neil Postman refere que enquanto Orwell temia a censura, Huxley temia que nos fosse dada tanta informação que seriamos reduzidos à passividade e egoísmo, que a verdade fosse afogada num mar de irrelevância.

 

Passados 75 anos da publicação da obra de Huxley, David Foster Wallace, com a sua habitual genialidade, cunhou o termo "Ruído Total" (Total Noise) para descrever o tsunami de informação, spin, retórica e contexto que nos invade diariamente - que não só dispersa a nossa atenção, mas também torna impossível distinguir o que é relevante e de valor.

 

No meio desta avalanche as únicas noticias/opiniões capazes de se elevar do mar de irrelevância são as mais chocantes e esdrúxulas. Veja-se o número de noticias nos jornais portugueses sobre UKip e o clã Le Pen, comparado com os seus adversários políticos. (Por alguma razão, o mais recente jornal português optou por publicar uma reportagem sobre Mário Machado no seu segundo número.)

 

Cansados, muitos desligam o ruído e dão preferência a algo mais simples. O provável êxito da candidatura de Marinho Pinho, assente unicamente numa alegada superioridade moral e sem um verdadeiro projecto europeu, é um reflexo desse cansaço.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Sitemeter



Comentários recentes

  • Jaime Santos

    Eu não entendi o comentário do Diogo Moreira nesse...

  • MRocha

    Se está na lei que devem ser públicas, cumpra-se a...

  • Jaime Santos

    Trump, além de mentiroso, é sobretudo um egomaníac...

  • Joe Strummer

    Pois, mas convem não deixar que noutro lado se ins...

  • Anónimo

    E estou eu contratado pelo estado à 16 anos.







«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.» Ortega y Gasset