Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



 

Algumas pessoas receberam com surpresa a notícia de que, no caso Grego, uma percentagem muito elevada do dinheiro do resgate foi para tudo menos para financiar o funcionamento do Estado:

 

 Ora, e em Portugal, para onde foram os 78 mil milhões de euros do resgate?

 

1) 12 mil milhões de euros foram afectos às necessidades de capital da banca;

 

2) 30 mil milhões foram para juros da dívida pública entre 2011 e 2014;

 

3) 20 mil milhões de euros foram aplicados na amortização de dívida pública (números só para 2013 e 2014).

 

Independentemente de nos faltarem aqui e ali alguns dados (e de ser possível ter uma interminável discussão metodológica em torno de cada um daqueles números), uma coisa parece evidente: cá como na Grécia os resgates acabam por garantir essencialmente a posição do sector financeiro e dos credores.

Autoria e outros dados (tags, etc)


5 comentários

De Carlos Guimarães Pinto a 07.02.2015 às 11:09

Portanto, eu gasto 2 mil euros por mês, dos quais 200 em comida e 500 em álcool. Se pedir emprestado 200 a um amigo, posso dizer-lhe que vai tudo para comer?

Depois ainda ficam outras questões: a dívida foi amortizada? Mas não passam a vida a dizer que aumentou? E se o dinheiro foi todo para bancos e credores, isso quer dizer que havia dinheiro para o resto. Nesse caso, porque é que o PS pediu o resgate? Para salvar bancos e credores?

De MCF a 07.02.2015 às 15:39

"Portanto, eu gasto 2 mil euros por mês, dos quais 200 em comida e 500 em álcool. Se pedir emprestado 200 a um amigo, posso dizer-lhe que vai tudo para comer?"

Tanto quanto ele te pode dizer que gastaste tudo em alcóol. Percebeste?

"Depois ainda ficam outras questões: a dívida foi amortizada?" Os dados são do IGCP. Acho que eles são capazes de saber o que amortizaram ou não.

"Mas não passam a vida a dizer que aumentou?" Sim, porque se amortizas 10 mas pedes entretanto 100 a dívida aumenta. Pensei que era fácil de perceber.

"E se o dinheiro foi todo para bancos e credores, isso quer dizer que havia dinheiro para o resto." Quer dizer que havia dinheiro para salários e pensões, ao contrário do que se diz.

"Nesse caso, porque é que o PS pediu o resgate? Para salvar bancos e credores?" No essencial, claro que sim. Mas isso já toda a gente diz por essa Europa fora há anos, só nós é que andamos a tapar o sol com a peneira.

De MCF a 07.02.2015 às 15:39

o telefone corrigiu álcool por alcóol não me perguntes porquê

De Joe Strummer a 08.02.2015 às 10:43


O PS não pediu resgate nenhum , o País teve necessidade de pedir um resgate dado o acordo conseguido por Sócrates com Merkel e o BCE ter sido negado (depois de ter sido aceite por PCoelho numa celebre noite e chegado a ser confirmado por Relvas na manhã seguinte) pelo PSD e o PR.

De delisse a 26.02.2015 às 15:41

Bom dia,

Esta é para informar o público em geral que estamos atualmente dando empréstimo a uma baixa taxa de juros de 3%. Se estiver interessado em aplicar para um empréstimo, preencha o formulário abaixo. Para mais detalhes entre em contato conosco agora via EMAIL:

delisse.olivier@gmail.com

INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS BORROWER

nome:
país:
sexo:
Idade:
telefone:
Montante necessário:
Profissão:
Empréstimo Duração:

Saudações.

Comentar post




Sitemeter



Comentários recentes

  • João Rosa

    Este post já tem algum tempo mas desde que se inic...

  • Zzzzz

    Qualquer comparação, equiparação, ao nazismo, abso...

  • Sérgio Lavos

    Concordo, devemos respeitar quem é diferente de nó...

  • Bruno

    Muito sinceramente, isto é tudo muito lindo, mas h...

  • alvaro silva

    Só vejo dores de cotovelo e premonições de catástr...







«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.» Ortega y Gasset