Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

365 forte

Sem antídoto conhecido.

Sem antídoto conhecido.

29
Jan14

O rapaz já não sabe o que diz

David Crisóstomo

O advogado, presidente da JSD, deputado e vice-presidente da bancada parlamentar do PSD, confrontado com as reacções à sua bela convicção de que "Todos os direitos das pessoas podem ser referendados", declarou hoje que, pobrezinho, tinha sido "descontextualizado": “Acho profundamente lamentável que se crie uma notícia à volta de algo que não existe. A peça da TVI está cortada. É evidente que há um conjunto alargado de direitos e de matérias que não são referendáveis. O que estão a dizer está completamente descontextualizado”. Ora bolas, ele está confuso. Ó Hugo, eu fui rever o debate na TVI24 e, olha olha, ouvi a tal frase. Sem nenhum contexto de jeito que a pudesse justificar. Está aqui, aos 45 minutos e 10 segundos. À pergunta do Paulo Magalhães, "Mas acha que devem ser referendados os direitos das pessoas?", a resposta dada por esta eminente figura da direita lusitana foi: "Todos os direitos das pessoas podem ser referendados". A Isabel Moreira até fez questão de anotar o palavreado. E, mais à frente no debate, quando confrontado pela deputada eleita pelo PS com esta maravilhosa assunção, o Hugo não a desmente nem se corrige ou retrata, diz somente para a constitucionalista "Percebeu o que eu quis dizer, não vale a pena fazer demagogia à volta disso". Pois bem, eu também acho que o Hugo foi bastante claro no que disse. São todos os direitos e pronto, foi firme e incisivo. Nem percebo em que contexto queria ele que interpretássemos aquela frase. Mas também, com franqueza, a esta altura do campeonato já desisti, já não vale a pena andar a perder tempo a tentar perceber o que se passa pela cabecinha do Hugo Soares. Grande coisa não é de certeza.

 

24 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.»
- Ortega y Gasset

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

No twitter

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D