Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



10307424_10208440594277795_3094897143772686717_n.j

A esquerda portuguesa parece ter relaxado desde que chegou ao poder. Mas tanto "tempo novo" e tanta "recuperação de rendimento" não podem fazer perder de vista o próximo combate: as presidenciais. Há quem julgue que o candidato da direita, Marcelo Rebelo de Sousa, até irá facilitar a governação. Pura ilusão, daquele tipo em que apenas ingénuos ou políticos inexperientes podem cair. Estas presidenciais são tão ou mais importantes do que as duas eleições anteriores, as que deram a vitória a Cavaco e à sua magistratura de ingerência e de facção. 

Os ingénuos dizem, então: Marcelo não é nenhum Cavaco. Podemos acrescentar: pois não, será pior. Pior porque é muito mais imprevisível do que Cavaco. Pior porque ainda tem um ego mais inflado do que Cavaco. E pior porque sabe guardar humores para a melhor ocasião e servir vinganças geladas. A popularidade alimentada pela TV é o combustível certo para uma magistratura de interferência e de confusão.

O homem que há mais de dez anos está ligado ao tubo de alimentação da máquina que "tanto pode vender sabonetes como presidentes" é o que mais próximo temos de um Silvio Berlusconi. É certo que o seu domínio emana de qualidades telegénicas e não empresariais, mas a verdade é que Marcelo teve as suas "conversas em família" com Judite durante tanto tempo que já ninguém se lembra das suas aventuras enquanto candidato à câmara municipal de Lisboa ou do seu breve romance com o irrevogável Portas. Marcelo lidera destacado as sondagens porque aos olhos do povo ele não é político, é o tio Marcelo da televisão. 

E todos os media vão atrás, seguem a onda lançada pela TVI. O espaço mediático que Marcelo ocupa corresponderá certamente a mais de cinquenta por cento do tempo total dedicado aos candidatos. As estações televisivas dirão que a predominância de Marcelo se deve ao seu élan e ao seu potencial em termos de audiências. Pode até ser, mas a verdade é que isso leva a uma distorção completa, uma ameaça à democracia e à igualdade de oportunidades que esta pressupõe. Marcelo Rebelo de Sousa parte com uma vantagem mediática de dez anos, e mesmo assim ocupa muito mais tempo do que qualquer um dos outros candidatos. A desfaçatez com que ele ufanamente anuncia uma "campanha frugal" é apenas o toque final no ramalhete composto em sua honra. Ele sabe muito bem que não precisa de gastar muito, o foco das TV's irá sempre segui-lo, como as mariposas seguem a luz que as mata. 

Ah, por falar em "conversas em família", o célebre programa que Marcello Caetano decidiu criar para limpar a imagem de um fascismo de décadas. Marcello Caetano, o padrinho de Marcelo Rebelo de Sousa, uma afiliação que misteriosamente não é mencionada nos panegíricos que diariamente a imprensa lhe dedica. Será que a parte do eleitorado comunista que pretende votar em Marcelo está a par deste pormenor biográfico? Não terá interesse, imagina-se. Como certamente a capa que o Públicou dedicou hoje ao tio Marcelo é desinteressada, até porque nos próximos dias todos os outros candidatos presidenciais irão também ser capa do diário. Eu acredito. 

É portanto necessário que a esquerda acorde e deite mãos à obra para enfrentar Marcelo. Não ajuda a dispersão de candidatos; ajuda ainda menos o aríete segurista para minar o poder de António Costa, Maria de Belém. Mas ainda assim é preciso concentrar o fogo no essencial: a derrota de Marcelo. Para depois ninguém dizer que Marcelo saiu muito pior do que a encomenda.

Autoria e outros dados (tags, etc)


32 comentários

De Teodoro a 04.01.2016 às 11:11

É tudo bem verdade, e já começa a irritar tanto "relaxamento". Depois do fulano ganhar vai ser "chorar sobre o leite derramado".

De JLopes a 04.01.2016 às 12:54

Mas alguém ainda acha que estas eleições vão ter outro desfecho que não a vitória do tio Marcelo? Isto está mais que decidido. Nem há oposição! Sampaio da Nóvoa não tem mediatismo, é um ilustre desconhecido do grande público. Maria de Belém é apenas conhecida pelo seu seguidismo a qualquer liderança do PS, não se lhe conhecem convicções e a sua candidatura não suscita mais que um encolher de ombros. Os restantes estão lá para marcar presença. Não vai haver nenhuma derrota de Marcelo, apenas uma vitória tão esmagadora como inconsequente, e tudo se vai manter na mesma.

De Teodoro a 04.01.2016 às 13:00

...é bem verdade, e depois lá vai o governo do Costa à vida...

De Anónimo a 04.01.2016 às 18:56

... e fica mais uma crise para pagares...

De Anónimo a 04.01.2016 às 19:01

tem o meu voto garantido....como teve o passos coelho...ESTA CORJA TEM DE SER METIDA NO SEU LUGAR!

De Eu também acho a 04.01.2016 às 14:14

E como todos sabemos, que perigo é termos um Presidente de Direita.
Diga aquilo que realmente pensa. A Esquerda precisa de um Presidente alinhado com a sua gerigonça pois sabem que só assim este "governo" conseguirá sobreviver mais uns tempitos. Mas, infelizmente, para esta nova coligação deslumbrada nem a 2017 chegarão. PCP dixit.

De Teodoro a 04.01.2016 às 14:36

Ui, deve estar a falar dos últimos 4 anos, não? (1 Governo, 1 Maioria, 1 PR), que foi igual ao resultado desastroso que conhecemos.

De ii a 04.01.2016 às 14:28

O meu voto nunca vai ter

De Anónimo a 04.01.2016 às 14:31

O comentador deste blogue aparentemente vive do passado, talvez daqueles "amanhãs que cantam" de 1914/17.

Confusão nº. 1 - o que é de direita é mau - logo todos (muitos) governos de direita na Europa (votados por cidadãos culturalmente mais evoluídos do que nós!) são maus. Será?

Confusão nº 2 - Quem é comentador com mais de 10 anos de profissão não se pode candidatar a presidente. Porquê? Porque sim, diz o nosso comentador
.
Confusão nº 3 - Fala de padrinhos do candidato. Por acaso pesquisou as famílias de alguns "senadores" de esquerda, nomeadamente aquela com costela "caviar"? Então busque por exemplo (j. sampaio e outros quejandos) e depois peça-nos desculpa!

Confusão nº 4 - Compará-lo a s. berlusconi - quanta ignorância a sua. Definitivamente!

De Zé a 04.01.2016 às 14:47

Essa é mais uma defesa do que é indefensável !!

Então o "Sr." não é filho de um ministro fascista de Salazar e logo educado como um verdadeiro fascista?

Não é das melhores relações com Ricardo Salgado ? ( Lá vai prescrever a porra do processo)

Não foi já CHEFE do PSD?

Se forem ver bem, ainda encontram o cartão de informador daquela policia... como é que se chamava ?

Ele há comentadores que já vivem no futuro no ano 3016 !

Para que se saiba, tudo o que é de direita em Portugal, é rançoso e cheira a sacristia... ( Não misturar direita civilizada com direita caceteira).

Quanto a candidatura, claro que se pode candidatar.... pobres portugueses se nele votarem. Não esquecer que até o aldrabão do Passos Coelho, lhe chamou CATA VENTO.

Claro que não se pode comparar o Marcelo ao Berlusconi... O Berlusconi comia as banqueiras, este come as funcionárias da banca...


De Zé a 04.01.2016 às 14:35

https://youtu.be/JtDRKmuRwB4

De singularis alentejanus a 04.01.2016 às 14:47

E qual o problema de conversas em família?

De Fernando a 05.01.2016 às 19:39

Oh, homem, se gosta das conversas em família, é mandar uma carta à RTP memória a pedir que passem de novo. Olhe, e já agora peça-lhes para passarem os discursos do Salazar, a TV Rural e o 70 vezes 7. A RTP que faça maratonas de 24 horas com esses programas, pode ser que o singularis desempare a loja e deixe de escrever comentários ressabiados em blogues.

De singularis alentejanus a 04.01.2016 às 14:51

E muitíssimo pior que ser afilhado de Marcello Caetano, é aporfilhar Lenine, Staline, Trotky, Brezniev, etc, etc.

De Zé a 04.01.2016 às 15:03

"aporfilhar" ?
Em que raio de escola é você frequenta ?

A Internet é uma porra, porque admite toda a qualidade de analfabrutos...

Não respondo mais a singularis asinus.

De ZE a 04.01.2016 às 15:05

AINDA BEM QUE FOI EDUCADO POR UM MINISTRO E UM GANDE HOMEM CAETANO...AINDA BEM...AGORA É QUE VOU MESMO VOTAR NELE

De Francisco costa a 04.01.2016 às 15:42

Marcelo Rebelo de Sousa é afilhado de Camilo Mendonça e não de Marcelo Caetano. Basta de mentiras

De O Crítico a 04.01.2016 às 15:16

Marcelo é um fascista disfarçado de democrata, um hipócrita. A direita está transformada num bando de sem vergonhas que querem o poder para tornar o povo em escravos tal como no tempo de Salazar, nada muda.

De Anónimo a 04.01.2016 às 18:58

...esteja calado...homenzinho insignificante....

De Pedro A. Goucha a 05.01.2016 às 19:32

Parece que os tiques fascistas podem ser disfarçados mas acabam sempre por vir ao de cima. Pode mandar calar quem quiser, mas não é por isso que as pessoas se calam. Mas se lhe dá prazer...

Comentar post


Pág. 1/2




Sitemeter



Comentários recentes

  • MRocha

    Se está na lei que devem ser públicas, cumpra-se a...

  • Jaime Santos

    Trump, além de mentiroso, é sobretudo um egomaníac...

  • Joe Strummer

    Pois, mas convem não deixar que noutro lado se ins...

  • Anónimo

    E estou eu contratado pelo estado à 16 anos.

  • Daniel Silva

    Sim, a tendencia é sempre a mesma. O aumento salar...







«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.» Ortega y Gasset