Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Estas coisas tiram-me do sério - já não bastava mantermos uma representação diplomática permanente e exclusiva para o mais pequeno país do mundo enquanto fechamos consulados em cidades com milhares de portugueses emigrados? Ainda enviamos o Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros para assistir e "para participar" (?) numa cerimónia em que as autoridades da Santa Sé anunciam que dois dos seus ex-líderes devem agora ser venerados? Para depois o ocupante das Necessidades ainda se pôr a discorrer sobre o "significado extremamente importante" da declaração de 'santidade'? Para "falar um pouco sobre Fátima" com o governante lá da cidade?

Mas a República Portuguesa agora reconhece santos e milagres? Mas ignora-se assim a Lei da Liberdade Religiosa, que refere no nº2 do artigo 4º que "nos actos oficiais e no protocolo de Estado será respeitado o princípio da não confessionalidade"? Mas gastamos dinheiro com isto? Mas isto é pago com os meus impostos? Mas não têm mais nada que fazer ou outros assuntos para tratar? Mas este tipo está a representar-me? Mas que raio?! 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)




Sitemeter



Comentários recentes

  • Jaime Santos

    Eu não entendi o comentário do Diogo Moreira nesse...

  • MRocha

    Se está na lei que devem ser públicas, cumpra-se a...

  • Jaime Santos

    Trump, além de mentiroso, é sobretudo um egomaníac...

  • Joe Strummer

    Pois, mas convem não deixar que noutro lado se ins...

  • Anónimo

    E estou eu contratado pelo estado à 16 anos.







«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.» Ortega y Gasset