Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

365 forte

Sem antídoto conhecido.

Sem antídoto conhecido.

22
Jan16

Guia Rápido para as Eleições Presidenciais

João Gaspar

Atenção! Este post contém o nome do próximo Presidente da República.

 

voto.jpg

 

 

Henrique José de Sousa Neto - cidadão extremamente zangado com o mundo em geral e com a actual direcção do PS em particular. Fez previsões sobre o terrorismo e a economia e nós não ligámos. Mais ou menos como o Medina Carreira.

António Manuel Seixas Sampaio da Nóvoa - o ex-reitor. Tem dois doutoramentos mas o outro é que é conhecido como o Professor. Tem o desplante de se apresentar com uma barba mal aparada, uma visão para o país e para o mundo, uma posição sobre as políticas a seguir em Portugal, uma carta de princípios, uma série de causas bem definidas, uma catrefada de mandatários e o apoio de todos os ex-presidentes da República vivos. O PS finge que não o apoia.

 

Cândido Manuel Pereira Monteiro Ferreira - no primeiro debate anunciou que se retirava devido ao tratamento desigual das diferentes candidaturas. Sempre que teve tempo de antena queixou-se do pouco tempo de antena que tinha. Ah, foi o sonso porta-voz das insinuações caluniosas sobre a licenciatura do Sampaio da Nóvoa.

Edgar Freitas Gomes da Silva - ocupa um lugar obrigatório em eleições presidenciais: o candidato do PCP. Por inerência, sabemos muito bem o que pensa. Os jornalistas fizeram o juramento de não dar nenhuma notícia em que não se refiram a ele como «ex-padre». Andou metido com Deus e com Marx ao mesmo tempo. Optou pelo mais-poderoso.

 

Jorge Manuel Pais Seara Rodrigues Sequeira - o Pedro Chagas Freitas, o Gustavo Santos e o Miguel Gonçalves entraram num bar. Enfiaram-se na bimby. Saiu um Jorque Sequeira. É um livro de auto-ajuda com óculos.

 

Vitorino Francisco da Rocha e Silva - o artista anteriormente conhecido como o Tino de Rans, como a comunicação social fez questão de frisar sempre que se referia a ele. Aos microfones da TSF fez questão de nos explicar que prefere ser tratado «com carinho». Representa e percebe a igualdade republicana em todo o seu esplendor. Há poucas dúvidas de que é o Tino de Rans.

 

Marisa Isabel dos Santos Matias - é a Marisa (o paternalismo machista dispensa apelidos). Eurodeputada. Candidata oficial do Bloco e do Podemos. Foi alvo de ataques misóginos durante a campanha, o que infelizmente já era de esperar, visto que cometeu a ousadia de se candidatar a umas eleições em Portugal em 1516.

 

Maria de Belém Roseira Martins Coelho Henriques de Pina - é a candidata oficial do PS de 2012. Ex-presidente do partido, ex-ministra da Saúde e da Igualdade. Temente a Deus, não acha muito bem essa modernice das mulheres decidirem sobre a IVG nem dos homens se casarem uns com os outros. Candidatou-se porque o Francisco Assis não teve coragem. 

 

Marcelo Nuno Duarte Rebelo de Sousa - Ex-presidente do PSD. Comentador na Faculdade de Direito de Lisboa e professor na TVI. Tentou ser primeiro-ministro - não conseguiu. Tentou ser presidente da Câmara de Lisboa - não conseguiu. Tenta agora ser Presidente da República. Nadou no Tejo, andou de táxi, já disse tudo e o seu contrário. Muitos acham que é bom político mas ninguém sabe muito bem porquê. O seu grande feito político foi ter enganado o Paulo Portas com a ementa. Esteve com o Ribeiro e Castro e o PNR numa manifestação contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo. É um beato, intriguista e mentiroso. Tem o apoio do PSD e do CDS. E do Observador. E do Expresso. E do Público. E da SIC. E da TVI. E da RTP. E da TSF. E do Correio da Manhã.

 

Paulo Alexandre Baptista Teixeira de Morais - o do cabelo à PlayMobil*. O que está sempre a dizer corrupção mas nunca fala de casos concretos de corrupção. Um demagogo populista. Militante do PSD durante décadas, coisa que a comunicação social se esquece sempre que diz que o Marcelo é o único candidato de direita. Os outros são todos corruptos. Ironicamente, ele é a pessoa que mais corrompe o combate à corrupção.
*espero que a PlayMobil não me processe.

 

130 comentários

Comentar post

Pág. 1/5

«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.»
- Ortega y Gasset

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

No twitter

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D