Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



23
Set

"It looked artificial, but it was full of real birds"

V. S. Naipaul "A bend in the river

 

Passos Coelho confrontado com o aumento do défice de 2014 para os 7,2% por causa do Novo Banco disse que era apenas uma "contabilização estatística". Um Primeiro-Ministro, que pautou toda a sua governação por fins estatísticos, que se apresenta a votos ancorado numa suposta melhoria desses dados, vem agora desvalorizar esses elementos e afirmar que tal não tem impacto na vida das pessoas. A mesma vida das pessoas que recuou para níveis da década de 90 do século passado para se alegadamente cumprir com certos objectivos estatísticos, cuja importância económica está longe de ser consensual e, em muitos casos, é puramente política - uma espécie de padrão das explosões no Catch-22 (ficava bonito nas fotografias áreas dos relatórios).

 

Na verdade todos os dados estatísticos são relativos, são meros indicadores, até o sacrossanto PIB. Kuznets, prémio Nobel da Economia, que liderava a equipa de economistas que criou o cálculo do PIB, bem tentou avisar que “o bem-estar de uma nação não pode ser aferido através do cálculo do seu PIB" uma vez que "A country, for example, that overemphasizes G.D.P. growth and market performance is likely to focus policies on the big drivers of those — corporations and financial institutions — even when, as during the recent past, there has been little correlation between the performance of big businesses or elites and that of most people."

 

O problema de Passos Coelho é que não pode continuar a relativizar o défice, o PIB e a balança comercial. Se o fizer, será obrigado a focar-se na qualidade de vida, na saúde, na igualdade, no bem-estar - a realidade é madrasta.

Autoria e outros dados (tags, etc)


12 comentários

De Jaime Santos a 23.09.2015 às 17:38

Infelizmente, Passos só tem que fingir e fazer jogo de cintura ate as eleições. Depois, se a PaF ganhar pode dar-se ao luxo de nos contar a verdade e não vai ser bonito...

De Anónimo a 24.09.2015 às 11:01

Nada bonito, e depois já não dá para o pessoal que não foi votar ou votou mal se arrepender. Mais 4 anos de Passos e Portas?? SOCORRO!

De Joe Strummer a 23.09.2015 às 17:45

As estatisticas são uma construção, o PIB é uma construção, até a noção de felicidade é uma construção...se assim é não consigo perceber a paranóia com as grandes obras publicas. São as unicas que criam postos de trabalho.

De Teodoro a 24.09.2015 às 10:58

Verdade!

De Carlos a 24.09.2015 às 10:36

http://www.sapo.pt/noticias/bruxelas-afasta-necessidade-de-medidas_5603c19746ac2b8e30eb9378

De Teodoro a 24.09.2015 às 10:58

sim, sim, tá-se mesmo a ver...

De Teodoro a 24.09.2015 às 10:59

Mais uma do pinóquio! à segunda e depois de 4 anos só cai quem quer ou quem for muito burro

De carvalho a 24.09.2015 às 11:25

Estes comentadores são muito estúpidos de que falo são portuguese ou são Marroquinos nem sequer que foi esse tipos do PS que de4ixou o pais na miséria que estávamos estes comentadores são da queles que quer comer há custa dos outros a migo se quiseres comer trabalha não há custa de quem trabalhou uma vida são da queles que também ia ao banco pedir dinheiro para ir para ferias agora dizem que estamos em pubescer o pais não soubera se governar a gora dizem mal do gaverno

De Teodoro a 24.09.2015 às 11:27

....você devia ter frequentado as "Novas oportunidades", provavelmente agora já sabia escrever.

De O verdadeiro Atento a 26.09.2015 às 09:24

Mal sabe escrever mas tem acesso à internet e escreve numa caixa de comentários?
Deves ser um perfil verdadeiro, deves.

Esta laranjada está infiltrada em todo o lado, a publicar obscenidades para gente com um
neurónio na cabeça e a serem pagos à custa dos meus impostos.
Rua ladrões, que levem uma coça tão grande que nunca mas nunca mais se endireitem . Emigrem.

De carvalho a 26.09.2015 às 13:07

eu não sou alaranjado nem de nenhum partido mas sou Portuguê foi nos princípios PS MAS DEICHEI disso porque só fizéro mal ao país mas a gora vou botar pela coligação só quem não
quer ver que estamos muito melhor de que estávamos á 4-anos mas muito melhor

De Nopossible a 24.09.2015 às 12:53

? Até quando continuaremos cegos, surdos, mudos... Será um problema de memória? ... De autismo? ... Um ato de puro masoquismo partidocratico? ... De dislexia política?... Ou o receio e resistencia a mudança, ... Ao olhar para as sondagens receio receio que nos falta vontade de mudar, ... E volta- me a memória a história do "sapo" que se foi acomodando... Acomodando e quando se apercebeu que ia morrer já era tarde para dar o salto... Creio e peço a Deus que nos coragem para mudar

Comentar post




Sitemeter



Comentários recentes

  • MRocha

    Se está na lei que devem ser públicas, cumpra-se a...

  • Jaime Santos

    Trump, além de mentiroso, é sobretudo um egomaníac...

  • Joe Strummer

    Pois, mas convem não deixar que noutro lado se ins...

  • Anónimo

    E estou eu contratado pelo estado à 16 anos.

  • Daniel Silva

    Sim, a tendencia é sempre a mesma. O aumento salar...







«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.» Ortega y Gasset