Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Quando havia linhas... bolseiros a trabalhar sobre espécies vegetais da África do Sul, não sei se se pode dizer que seja premente na sociedade actual. Foi esta a afirmação proferida pela deputada Maria José Castelo Branco (PSD) na Comissão de Ciência e Educação por ocasião da audição de associações de bolseiros.

 

É sabido de voz popular que a ignorância tende a ser atrevida mas é mau demais que a senhora deputada julgue que a investigação sobre a flora se limita a alguma espécie de capricho de caracterização cujo corolário lógico seria uma desqualificação quando versa sobre flora de um país estrangeiro. A senhora deputada manifestou uma ignorância perturbante.

 

Podemos até desvalorizar a ignorância em si mesma lembrando que todos nós temos tópicos em que somos ignorantes. Mas justamente o mais perturbante é que aparentemente a senhora não sentiu necessidade de se preparar melhor ou, pior, não teve noção que não estava preparada.

 

Teve como prémio ouvir a ironia do bolseiro que em resposta manifestou contentamento por já estarmos mais próximos de uma vacina na luta contra o cancro ou a sida devido à capacidade da senhora deputada de eliminar do universo de probabilidades as que tenham origem vegetal e na África do Sul.

 

Concluindo: todos ficaríamos mais descansados se a senhora deputada se preparasse um pouco melhor. Na biologia como no português.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

De Antónimo a 22.02.2014 às 14:28

Acho sinceramente que exagera na categorização quando diz que "a senhora não sentiu necessidade".

Ora, geóloga de formação, uma cena que imagino que teve cadeiras em departamentos com salas próximas das do de Biologia, e aprendendo temas como rochas que existem pela banda de outros países e até formações com potencial petrolífero e de gás natural - o que não parece haver cá - teria obrigação de demonstrar alguma entendimento acerca da abrangência daquilo que estudou.

Logo, o autor do postado devia ter antes escrito: "o calhau com olhos não sentiu necessidade".

Comentar post




Sitemeter



Comentários recentes

  • Zzzzz

    Qualquer comparação, equiparação, ao nazismo, abso...

  • Sérgio Lavos

    Concordo, devemos respeitar quem é diferente de nó...

  • Bruno

    Muito sinceramente, isto é tudo muito lindo, mas h...

  • alvaro silva

    Só vejo dores de cotovelo e premonições de catástr...

  • J P C

    Se é isso o que o meu comentário lhe faz lembrar, ...







«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.» Ortega y Gasset