Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



17
Mai

Da celebração

por Nuno Oliveira

Faria sentido festejar a "saída da troika" se soubessemos haver uma alguma espécie de tensão entre o Governo português e o FMI, a Comissão Europeia e o BCE. Alguma divergência quanto ao que representa o interesse nacional. Diferenças quanto à ideia de ajustamento a partir da desvalorização interna. Quanto ao modelo de desenvolvimento assente ao baixos salários e recusa de investimento que permita ultrapassar o nosso atraso esse sim estrutural na educação e numa economia baseada no conhecimento.

 

Como nada disso acontece, a saída da Troika só a poderemos festejar quando sair esta maioria, quando sair este Governo, quando sair este Primeiro-Ministro.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

De makarana a 17.05.2014 às 16:29

E o PS propõe alguma alternativa concreta? Que garantias dá que não fará como os seus congéneres alemães,franceses e italianos?

De Atento a 24.05.2014 às 09:56

Porra, o PS lançou há poucos dias 80 medidas concretas e vocês ainda andam com a cantiga do não há alternativas e é tudo a mesma coisa?
E que tal irem lêr primeiro as medidas, só para começo de conversa?
Chiça, é preciso a papinha toda feita...

De makarana a 24.05.2014 às 15:12

Nós sabemos onde é que costumam acabar esses programas eleitorais ó atento..

Comentar post




Sitemeter



Comentários recentes

  • João Rosa

    Este post já tem algum tempo mas desde que se inic...

  • Zzzzz

    Qualquer comparação, equiparação, ao nazismo, abso...

  • Sérgio Lavos

    Concordo, devemos respeitar quem é diferente de nó...

  • Bruno

    Muito sinceramente, isto é tudo muito lindo, mas h...

  • alvaro silva

    Só vejo dores de cotovelo e premonições de catástr...







«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.» Ortega y Gasset