Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



01
Ago

Ceder

por Pedro Figueiredo

"É certo que me recusei a transportar o funcionário [do reino]. Nem vivo nem morto, disse eu. Serei flagelado e para mim não há problema nisso. Mas se tivesse cedido, ainda que num assunto tão insignificante, e se toda a gente ceder sempre e em todo o lado, ceder a fantasmas e a demónios, ceder à praga e à varíola, ceder ao rei e ao carrasco, onde viveria este povo? Até o inferno seria bom demais para eles".

 

Halldór Laxness in O Sino da Islândia

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


1 comentário

De Joe Strummer a 02.08.2014 às 12:07


Afinal tudo se resume a isso. É preciso escolher um lado e lutar contra todas as formas de consensualismos iniquos e petições cinicas. Ser de esquerda não é ser neutro, isso é ser cobarde. Na Palestina sou pelo Hamas, sem espinhas. Recuso estar sujeito à autoridade do status quo de direita que domina e condiciona o pensamento publico.

Aterrador é ver q a blogoesfera se tornou não um contraponto critico ao funcionamento dos mass media mas somente uma janela de oportunidade para dar o salto.


Comentar post




Sitemeter



Comentários recentes

  • Jaime Santos

    Eu não entendi o comentário do Diogo Moreira nesse...

  • MRocha

    Se está na lei que devem ser públicas, cumpra-se a...

  • Jaime Santos

    Trump, além de mentiroso, é sobretudo um egomaníac...

  • Joe Strummer

    Pois, mas convem não deixar que noutro lado se ins...

  • Anónimo

    E estou eu contratado pelo estado à 16 anos.







«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.» Ortega y Gasset