Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Talvez seja o modo de Seguro responder ao repto de António Costa, unindo o partido. Mas unindo na mediocridade e em laivos ideológicos pouco condizentes com os pergaminhos do Partido Socialista.

 

Depois do candidato PS à Câmara Municipal de Matosinhos, António Parada, ter afirmado que os "jovens que não têm aproveitamento aos 14 anos é mandá-los trabalhar", agora é a vez de Manuel Pizarro, candidato pelo PS ao Porto, a debitar esta pérola:

"Não há razão para que esta ideia não deva avançar: os desempregados que estão a receber o Rendimento Social de Inserção podem ser postos a cuidar dos jardins e dos espaços verdes do Porto que estão mal tratados”, citado pelo JN.


Estará o PS a fazer de propósito para não ganhar Câmaras Municipais, colocando jarretes destes como candidatos a Câmaras historicamente relevantes? Se não é de propósito, parece.


Adenda:

Durante a tarde, vi o comentário de Manuel Pizarro na página facebook da Jugular Ana Matos Pires:

 

 

 

Folgo em ver que Manuel Pizarro está preocupado com a classificação das suas propostas políticas, mas deixo uma pergunta que não vi esclarecida: O dinheiro que o Estado gasta em RSI vem da Segurança Social. Como planeia Pizarro articular esse dinheiro 'central' com o dinheiro que a Câmara Municipal possa gastar (saberá qual é o montante em causa), i.e., de forma local? E como é que isso depende da esfera de acção de um Presidente da Câmara? 

 

(E o que faz com a empresa que agora presta os serviços? Paga indemnização? Alega incumprimento? ...)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


5 comentários

De Ana Matos Pires a 10.03.2013 às 13:10

Sem palavras, quer dizer, a controlar-me para não dizer as que me apetece

De mariana pessoa a 10.03.2013 às 13:14

O auto controlo é muito valorizado, Ana Matos Pires.

De aquaporina a 10.03.2013 às 13:47

Os candidatos são escolhidos por eleições directas nas concelhias, e não por indicação da comissão política. Acho que o desprezo do PS em relação ao candidato a Matosinhos é notório, mas os militantes escolheram aquela besta...

De rms a 11.03.2013 às 18:03

Desprezo pelo candidato de Matosinhos? Na apresentação do Parada estiveram Assis e, salvo erro, Alberto Martins.

Quanto ao Pizarro, é mais uma pérola. Se ganhassem os dois é que era giro.

De Teofilo M. a 10.03.2013 às 14:00

Cá para mim, o PS atingiu o limite de compadres. O aparelho abafou o partido. Só quem tem muita força de vontade é que ainda resiste por aquelas bandas. Se ninguém lhe valer, rapidamente e em força, temo que o PS vá desaparecendo devagarinho e se transforme apenas num voto de protesto (fraquinho).

Comentar post




Sitemeter



Comentários recentes

  • Jaime Santos

    Eu não entendi o comentário do Diogo Moreira nesse...

  • MRocha

    Se está na lei que devem ser públicas, cumpra-se a...

  • Jaime Santos

    Trump, além de mentiroso, é sobretudo um egomaníac...

  • Joe Strummer

    Pois, mas convem não deixar que noutro lado se ins...

  • Anónimo

    E estou eu contratado pelo estado à 16 anos.







«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.» Ortega y Gasset