Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

365 forte

Sem antídoto conhecido.

Sem antídoto conhecido.

04
Fev13

Empreendedor e inovador

Pedro Figueiredo

O BPN é uma autêntica assombração para o PSD. E parece que é o próprio partido que não se consegue livrar do encosto do maior escândalo financeiro que este país conheceu. Para onde quer que se vire, há sempre um fantasma a (re)lembrar a extensa lista de protagonistas, que até chamusca a imagem do Presidente da República com um rentável negócio das mais-valias das acções que detinha.


Desta vez, foi a nomeação de Franquelim Alves para secretário de Estado que fez regressar o nome da Sociedade Lusa de Negócios à São Cateano à Lapa, embora Passos Coelho tenha ingenuamente referido que a escolha nada tenha tido a ver com o PSD. Foi da exclusiva responsabilidade do Primeiro-ministro e do ministro da Economia, voltando a revelar uma forte propensão para a divisão estanque das suas múltiplas personalidades, como se o Primeiro-ministro nada tivesse a ver com o presidente do PSD.


Passos Coelho mostrou-se confiante na escolha feita para o cargo, não colocando em causa a idoneidade e experiência do personagem, como se lhe referiu Jerónimo Sousa, em questão. O facto de ter detectado irregularidades na SLN e não as ter participado ao Banco de Portugal, por não serem fundamentadas (?) - dito pelo próprio em Comissão de Inquérito em 2009 -, em nada interfere na sua nomeação. Para o líder do executivo, entenda-se.


A situação torna-se mais ridícula quando Passos Coelho recusa a ideia do CDS se ter demarcado da escolha de Franquelim Alves quando, publicamente, a mensagem que saiu do Largo do Caldas quase classifica o novo SE como um leproso político.


Idoneidade significa aptidão adquirida pela prática. Franquelim Alves poderá ter ficado honrado com as palavras de Passos Coelho, mas a sua prática poder-lhe-á ter dado aptidões para algo em que o Estado não se queira rever. Até por uma razão simples: o que faz mesmo um secretário de Estado do Empreendedorismo, Competitividade e da Inovação?

«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.»
- Ortega y Gasset

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

No twitter

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D