Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



31
Jan

Pimenta na língua

por Pedro Figueiredo

Havia uma certa curiosidade em saber no que ia dar a reunião da Comissão Política Nacional do Partido Socialista. Deu para perceber logo à entrada dos intervenientes na sede no largo do Rato que não ia correr muito bem. Para o PS. E facilmente se explica porquê. O porta-voz do partido, João Ribeiro, fez a seguinte a declaração: «É uma deslealdade nunca vista. Costumávamos assistir a isto no PSD, mas no PS não havia registo histórico».


Num momento particularmente especial para o PS, como de resto para todo o país, o porta-voz do partido fala em deslealdade interna - algo que o líder também já tinha feito -, esquecendo-se por completo que não estava a falar aos militantes dentro de casa e sim aos portugueses. Que vêem televisão, ouvem rádio e lêem jornais. Que imagem passou ao país do seu próprio partido.


O que terá passado pela cabeça quando disse o que disse, só o próprio saberá. No entanto, não parece é que encontre justificativo para semelhante declaração que, pior ainda, chegou taxativamente a comparar o PS com o PSD. Da próxima vez que alguém do núcleo duro de Seguro ou mesmo o próprio secretário-geral do PS, falar em diferenças entre o PS e o PSD, é legítimo recordar este episódio, resumindo o pensamento público ao já velho e popular "é tudo a mesma coisa".


Pode ter funcionado internamente para 'segurar' Seguro, passo a redundância, e tentar tirar Costa do caminho com um ataque pessoal tão mesquinho quanto injusto. Mas foi um autêntico processo quimioterapêutico: derreteu a concorrência e manchou o partido.


Este tipo de declarações são a prova que esta direcção nunca esteve nem jamais vai estar preparada para ser alternativa. Como, de resto, Passos provou ao PSD e ao país. Só reforçam os argumentos de quem quer, dentro do PS, uma outra solução.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Sitemeter



Comentários recentes

  • Jaime Santos

    Eu não entendi o comentário do Diogo Moreira nesse...

  • MRocha

    Se está na lei que devem ser públicas, cumpra-se a...

  • Jaime Santos

    Trump, além de mentiroso, é sobretudo um egomaníac...

  • Joe Strummer

    Pois, mas convem não deixar que noutro lado se ins...

  • Anónimo

    E estou eu contratado pelo estado à 16 anos.







«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.» Ortega y Gasset