Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O Governo, eleito pelos portugueses, faz aprovar na AR o mais violento Orçamento de Estado de que há memória no pós 25 de Abril.

O Presidente da República, eleito pelos portugueses para respeitar a Constituição da República Portuguesa, apesar das suas fundadas dúvidas, promulga o mais violento Orçamento de Estado de que há memória no pós 25 de Abril.

 

A sorte dos portugueses está nas mãos do Tribunal Constitucional, não eleito pelos portugueses.

 

É isto que é uma sociedade pós democrática, não é? Portugal 2013.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Sitemeter



Comentários recentes

  • Jaime Santos

    Eu não entendi o comentário do Diogo Moreira nesse...

  • MRocha

    Se está na lei que devem ser públicas, cumpra-se a...

  • Jaime Santos

    Trump, além de mentiroso, é sobretudo um egomaníac...

  • Joe Strummer

    Pois, mas convem não deixar que noutro lado se ins...

  • Anónimo

    E estou eu contratado pelo estado à 16 anos.







«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.» Ortega y Gasset