Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Esquecendo a história de Robinson Crusoe, a comunicação é uma realidade vital à sobrevivência do indivíduo. Nisso, Esquerda e Direita parecem concordar. No entanto, há demasiadas formas de comunicar e é a escolha da mais correcta que marca o sucesso da vida em sociedade.


O último texto de Passos Coelho (nem sei se é o cidadão ou o Primeiro-ministro que fala, mas o próprio também não deve ter a certeza) no Facebook foi quase perfeito. De vários pontos de vista. Fez-me perguntar simplesmente: quem é este PSD? Por onde andam os Sá Carneiristas?


Fiquei com vontade de saber, mesmo, quem fora o autor daquele texto de Passos Coelho no Facebook. Não acredito que tenha sido o póprio a escrever, mas pelo menos consentiu que aquilo viesse associados à sua imagem. Ainda pensei que viessem desmentir e dizer que aquele era um perfil falso, como muitos que andam por aí.


Na minha procura do autor, tropecei neste vídeo que está aí em baixo. São 35 minutos com a participação de Miguel Morgado, actual assessor de Passos Coelho, nas comemorações dos 35 anos do PSD, um vídeo colocado pelo Instituto Sá Carneiro. Institucional.


Há uma boa contextualização política no início e aos 9m30 Miguel Morgado faz estas perguntas:


«Qual a missão política do PSD? Aquilo que tem de apresentar ao eleitorado? O PSD tem de procurar apresentar uma articulação do bem comum dos portugueses: a sua concepção de uma boa sociedade. O que o PSD julga que é um Portugal mais próspero, mais dinâmico, mais feliz no sentido filosófico do termo?»


Referiu a necessidade do PSD ser um «protector do Estado e defensor do mercado.» Dá para perceber quem está no Governo.



Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:




Sitemeter



Comentários recentes

  • Zzzzz

    Qualquer comparação, equiparação, ao nazismo, abso...

  • Sérgio Lavos

    Concordo, devemos respeitar quem é diferente de nó...

  • Bruno

    Muito sinceramente, isto é tudo muito lindo, mas h...

  • alvaro silva

    Só vejo dores de cotovelo e premonições de catástr...

  • J P C

    Se é isso o que o meu comentário lhe faz lembrar, ...







«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.» Ortega y Gasset