Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

365 forte

Sem antídoto conhecido.

Sem antídoto conhecido.

05
Dez12

Europa que futuro: eu sou Ateniense e Berlinense e Lisboeta ou então...

Rui Cerdeira Branco

É impressioante que em dezembro de 2012, depois de tudo o que se passou, de tanta ingenuidade assassinada, de tanta prova que cuidar da imagem no segundo seguinte vale de pouco (demasiado pouco para aquilo que se hipoteca no jogo da descredibilização da democracia, dos partidos, na destruição da confiança e da esperança), ainda se insista neste discurso de vistas curtas hoje repetido pelo Presidente da República.

Ou somos todos Gregos e Alemães e Portugueses ou então seremos muito pouco. É só encavalitar os livros de história com cuidado, trepar por eles acima e estender o olhar ali para o horizonte que se vê. 

«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.»
- Ortega y Gasset

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

No twitter

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D