Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



02
Dez

Vizinhança

por Nuno Pires

A.R., 1 de dezembro:

A independência é um valor da História que não se pode negar.

 

Estrela Serrano, Ó tempo, volta para trás! (desculpem lá!):

O País está mesmo sem graça. Já não temos os “grandes” julgamentos dos “políticos corruptos” que no passado recente faziam os jornais vibrarem com grandes manchetes, como o Sol, o Correio da Manhã e o “saudoso” Jornal Nacional de Sexta, da TVI, com escutas telefónicas, pinóquios, envelopes com dinheiro, caixas de robalos….equipas especiais, “cachas” todos os dias...

 

Fernanda Câncio, obviamente:

Demite-se um PM quando é mais danoso para o País mantê-lo no lugar que arriscar outra solução, por fraca e incerta que pareça. Quando cada dia que permanece no lugar para o qual foi eleito cria perigo para a comunidade.

 

José Simões, Que tristeza!:

Se a ideia era limpar a imagem de Nuno Crato e ressuscita-lo como um defensor da escola pública, parabéns à central de informação do Governo, mas como este Governo não tem ideia nenhuma para nada que não seja a ideia de destruir tudo para construir de novo à medida da religião ideologia que professa, Pedro Passos Coelho faz figura de mentiroso e vem dizer que não disse aquilo que na realidade disse

 

Paulo Pedroso, A Grécia provou que os memorandos de entendimento não estão escritos na pedra. E isso incomoda alguns:

Quanto já podiamos ter melhorado o nosso Memorando de Entendimento se não tivéssemos no governo alguém que mal consegue disfarçar que não gostou das notícias que implicam uma descida substancial dos juros que pagamos, entre outras vantagens para o país?

Autoria e outros dados (tags, etc)




Sitemeter



Comentários recentes

  • João Rosa

    Este post já tem algum tempo mas desde que se inic...

  • Zzzzz

    Qualquer comparação, equiparação, ao nazismo, abso...

  • Sérgio Lavos

    Concordo, devemos respeitar quem é diferente de nó...

  • Bruno

    Muito sinceramente, isto é tudo muito lindo, mas h...

  • alvaro silva

    Só vejo dores de cotovelo e premonições de catástr...







«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.» Ortega y Gasset