Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



05
Dez

Chegou a época da caridadezinha

por Cláudio Carvalho

Está aí o mês do Natal, o mês da aletria e das farófias, do bolo-rei e das passas, o mês do discurso tradicional em que o nosso Presidente da República anuncia que, de facto, está vivo e, o menos suportável, o mês da coexistência, mais ou menos mediática, ad nauseam do consumismo desenfreado com o discurso laudatório e oportunista em torno da caridadezinha. Não há paciência para assistir a este oportunismo sazonal, marketizado e egoísta à volta da caridade, que está ao mesmo nível simplório que a Missa do Empreendedorismo para o setor empresarial. Não há paciência para a hipocrisia que se assiste das propaladas Madres Teresas muito solidárias e fraternas e que durante o resto do ano defendem políticas que conduzem ao facto de nos mantermos como um dos países mais desiguais dos demais países desenvolvidos (na União Europeia a 28, somos o terceiro país com maior desigualdade social, sendo só ultrapassados pela Espanha e pela Letónia). Se para o próximo ano, desejar ser altruisticamente um pouco mais solidário, é simples: ajude a fazer cair este governo e a sua indigência política.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Sitemeter



Comentários recentes

  • João Rosa

    Este post já tem algum tempo mas desde que se inic...

  • Zzzzz

    Qualquer comparação, equiparação, ao nazismo, abso...

  • Sérgio Lavos

    Concordo, devemos respeitar quem é diferente de nó...

  • Bruno

    Muito sinceramente, isto é tudo muito lindo, mas h...

  • alvaro silva

    Só vejo dores de cotovelo e premonições de catástr...







«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.» Ortega y Gasset