Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

365 forte

Sem antídoto conhecido.

Sem antídoto conhecido.

13
Nov12

O abespinhado

Ricardo Sérgio

No meio do consommé de aves e da canja, da segurança e das manifestações, do casaco da senhora e da gravata do senhor, das críticas à comunicação social e do alerta de mais austeridade, dos elogios a Portugal e dos encómios ao povo alemão, dos gritos dos sindicatos, dos berros do PCP e do BE e das cócegas do PS, percebeu-se, ainda assim, que o protocolo é coisa do antigamente.

O ministro dos Negócios Estrangeiros passou ao lado do festim germânico, foi arrumado na sala dos brinquedos e mais abespinhado ficou com o protocolo estabelecido para a visita.

As intrigas da intriga diplomática, a ausência de diplomacia do Governo e a vacuidade de comunhão entre Portas e Passos Coelho ganharam mais episódios.

Portas, porém, antes da chegada da senhora, deu tacada certeira e fez um hole-in-one.

Avisou que o namoro interno só volta a aquecer com cumplicidade e partilha e alertou o casamento por conveniência externo para a sua obrigação.

Pode ler-se mais aqui.

«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.»
- Ortega y Gasset

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

No twitter

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D