Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



13
Nov

O abespinhado

por Ricardo Sérgio

No meio do consommé de aves e da canja, da segurança e das manifestações, do casaco da senhora e da gravata do senhor, das críticas à comunicação social e do alerta de mais austeridade, dos elogios a Portugal e dos encómios ao povo alemão, dos gritos dos sindicatos, dos berros do PCP e do BE e das cócegas do PS, percebeu-se, ainda assim, que o protocolo é coisa do antigamente.

O ministro dos Negócios Estrangeiros passou ao lado do festim germânico, foi arrumado na sala dos brinquedos e mais abespinhado ficou com o protocolo estabelecido para a visita.

As intrigas da intriga diplomática, a ausência de diplomacia do Governo e a vacuidade de comunhão entre Portas e Passos Coelho ganharam mais episódios.

Portas, porém, antes da chegada da senhora, deu tacada certeira e fez um hole-in-one.

Avisou que o namoro interno só volta a aquecer com cumplicidade e partilha e alertou o casamento por conveniência externo para a sua obrigação.

Pode ler-se mais aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Sitemeter



Comentários recentes

  • Jaime Santos

    Eu não entendi o comentário do Diogo Moreira nesse...

  • MRocha

    Se está na lei que devem ser públicas, cumpra-se a...

  • Jaime Santos

    Trump, além de mentiroso, é sobretudo um egomaníac...

  • Joe Strummer

    Pois, mas convem não deixar que noutro lado se ins...

  • Anónimo

    E estou eu contratado pelo estado à 16 anos.







«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.» Ortega y Gasset