Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Não me choca que o horário normal seja de 40 horas no público. Choca-me concentrar tanta "correção" no público: mais horas, muito menos salário nominal, mais insegurança. Acho que passamos do 8 para o 80.

Os técnicos superiores do Estado, em particular, (com contratos em funções públicas em especial) já ficaram muito pior do que trabalhadores com situação comparável no privado. Se analisarmos o salário/hora a partir de janeiro de 2014 então é gritante a desvantagem. E naturalmente tudo isto de paga de forma dramática.

Nenhuma "empresa" sobreviveria incólume a estas medidas (todas com impacto retroativo e fortemente concentradas sem qualquer tipo de compensação).

O Estado hoje é claramente um péssimo empregador com uma capacidade de atração de bons quadros (já nem falo de muito bons) quase nula. Na melhor das hipótese conseguirá cativar alguns bons recem licenciados em algumas áreas onde o currículo até compense (mas durante um curto período de tempo). E isso terá custos em toda a economia, não tenho a mínima dúvida.

Um Estado mal servido de inteligência, motivação e empenho é a última coisa de que precisamos para sair deste buraco e, contudo, é para aí que caminhamos dedicadamente.

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

De LNT a 26.11.2013 às 20:17

Em primeiro lugar, desejo que esses virus, bactérias ou lá o que for, se ponham rapidamente ao fresco.
Quanto ao texto: A mim também não me choca que a administração passe a trabalhar 40 horas por semana. O que me choca é que passe a trabalhar 5 horas de borla por semana.
Choca-me porque pensava que trabalhar sem pagamento era uma coisa abolida há mais de um século.
Abr.

De Rui Cerdeira Branco a 26.11.2013 às 22:57

Obrigado Luis. Já passei a outro que não ao mesmo.
Quanto ao resto está tudo dito e tudo por dizer.

De fruta a 27.11.2013 às 11:29

POR MIM TÁ TUDO NUMA BOA AGORA COM 35 HORAS EU NÃO FAÇO NÉPIA COM 40 HORAS MAIS NÉPIA FAÇO

De Nuno Oliveira a 27.11.2013 às 11:55

Eu agora já não sei se é mesmo um funcionário público que faz questão de encaixar no estereótipo que a direita faz ou se é apenas o Fernando Moreira de Sá a imitar um funcionário público que faz questão de encaixar no estereótipo que a direita deles faz.

Comentar post




Sitemeter



Comentários recentes

  • Zzzzz

    Qualquer comparação, equiparação, ao nazismo, abso...

  • Sérgio Lavos

    Concordo, devemos respeitar quem é diferente de nó...

  • Bruno

    Muito sinceramente, isto é tudo muito lindo, mas h...

  • alvaro silva

    Só vejo dores de cotovelo e premonições de catástr...

  • J P C

    Se é isso o que o meu comentário lhe faz lembrar, ...







«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.» Ortega y Gasset