Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



10
Nov

"Carnavais de caridade"

por mariana pessoa

O caso não são as declarações de Isabel Jonet. As mais recentes são apenas um sucedâneo das anteriores. 

 

De um lado, um pelotão de fuzilamento, revanchismo tonto e frágil, que se perde em petições online a pedir a demissão da Presidente do Banco Alimentar. Eu também acho que tenho direito a pedir a demissão de Ricardo Salgado, vou ver se é desta que consigo, sobretudo não sendo cliente do BES.

 

Do outro lado, um basismo da pior espécie, não distinguindo opinião pessoal a que Jonet tem direito das suas posições enquanto detentora do cargo que ocupa.

 

Anda meio mundo a debitar chavões sem entender do que falamos quando mencionamos pobreza e miséria. 

 

É ler Bauman, senhores. Em particular o conceito de "carnavais de caridade" (na imagem).

A real fonte de exclusão já não é a falta de emprego, é a incapacidade de consumir.Como foi provado à saciedade na violência transversal que ocorreu em 2011 em Inglaterra. Ninguém partiu montras para comer pão, Isabel Jonet. Partiram-se montras para tirar LCD's e ténis de marca. 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)




Sitemeter



Comentários recentes

  • Zzzzz

    Qualquer comparação, equiparação, ao nazismo, abso...

  • Sérgio Lavos

    Concordo, devemos respeitar quem é diferente de nó...

  • Bruno

    Muito sinceramente, isto é tudo muito lindo, mas h...

  • alvaro silva

    Só vejo dores de cotovelo e premonições de catástr...

  • J P C

    Se é isso o que o meu comentário lhe faz lembrar, ...







«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.» Ortega y Gasset