Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



20
Out

Retomando a questão luso-chinesa

por André Fernandes Nobre

Algures na República Popular da China haverá certamente um membro do Comité Central do Partido Comunista Chinês a comentar "Mas que raio, não havia uma cidadã camarada para abrilhantar o palco do Grande Teatro Nacional da China e tiveram que ir buscar alguém à terra das laranjas?".

 

Ou então não.

 

Pela minha parte, posso dizê-lo: da vergonha de ter que partilhar a nacionalidade com alguém assim já não me livro.

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

De Jaime Santos a 20.10.2013 às 17:26

A conclusão que eu tiro e que e preciso muito patriotismo da parte desta jovem para representar as nossas cores, quando recebe tais sinais de ingratidão, e podia estar a representar, por exemplo, a Suécia (olhe-se para o nome da adversaria que a eliminou)... E que se calhar aos Suecos só lhes importa mesmo a cor da bandeira (e das medalhas)... E eles ate são bons monárquicos, mas já ultrapassaram certos sonhos imperiais bolorentos há séculos...

Comentar post




Sitemeter



Comentários recentes

  • Zzzzz

    Qualquer comparação, equiparação, ao nazismo, abso...

  • Sérgio Lavos

    Concordo, devemos respeitar quem é diferente de nó...

  • Bruno

    Muito sinceramente, isto é tudo muito lindo, mas h...

  • alvaro silva

    Só vejo dores de cotovelo e premonições de catástr...

  • J P C

    Se é isso o que o meu comentário lhe faz lembrar, ...







«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.» Ortega y Gasset