Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Já não é de agora que certas declarações de Isabel Jonet, presidente do Banco Alimentar Contra a Fome, me deixam estupefacta. As de ontem, na Edição da Noite da Sic Notícias, mostram, na minha opinião, uma visão da realidade muito distorcida, que me surpreende vindo de alguém que lida com os mais necessitados há muitos anos.

 

Aqui ficam alguns excertos (mas aconselho a verem o vídeo a partir do minuto 38):

«Vivemos acima das nossas possibilidades porque comíamos bife todos os dias, ou achávamos que podíamos».

«Temos que saber viver com menos»

«Não há miséria em Portugal» (really?!?!?!)

 

 

Acho que, para bem do Banco Alimentar contra a Fome, e sobretudo de todos aqueles que a instituição ajuda, Isabel Jonet devia abster-se de declarações públicas durante uns tempos.

Autoria e outros dados (tags, etc)


7 comentários

De Pedro Figueiredo a 07.11.2012 às 22:44

O mais engraçado é que a senhora até traça bem o cenário actual. Diz mesmo: «É preciso não esquecer que há um milhão de idosos a viver com reformas de menos de 280 euros por mês e também há 1,8 milhões de pessoas a viver com pensões inferiores a 600 euros por mês».

Parece-me é que o conceito de miséria da senhora tem como realidade niveladora a Etiópia e a Somália.

Como só foi reconhecida pela Assembleia da República em 2005 com o Prémio dos Direitos Humanos, o inquilino de Belém vai acordar do seu sono profundo e dar-lhe a comenda devida em Junho. Temos mesmo que saber viver com isso.

De altaia a 07.11.2012 às 23:22

convenceu-me a deixar de contribuir para o banco ou bolso dela

De mariana pessoa a 08.11.2012 às 12:30

Não confundir os 2 planos. Sou voluntária do Banco Alimentar há quase 10 anos. Contribuo com o que posso quando posso. Uma das razões é porque confio inteiramente em quem lá trabalha e coordena. Mais: só muito recentemente o BA começou a aceitar donativos em dinheiro, mas nem é algo que queiram massificar e muito bem.

Não prejudicar o BA pelas idiotices que a Isabel Jonet tem dito (e ela própria também deve diferenciar o que é a sua própria opinião com o seu papel enquanto presidente do BA ).

Tiradas como estas (ainda não me esqueci da do RSI ser 1 incentivo a não trabalhar) tornam a missão do BA mais difícil e Isabel Jonet deveria saber isso.

De sara marques a 08.11.2012 às 16:48

Eu concordo com a Mariana, é preciso separar as coisas e não misturar a presidente com o BA. Acho exatamente que a Isabel Jonet devia ser a primeira a preocupar-se em preservar a imagem da instituição e, pelo menos, separar as opiniões dela das da presidente do BA.

De Niamey a 11.11.2012 às 01:15

Muito bem. Tomo conhecimento que a Mariana é voluntária há 10 anos. Eu não há tantos anos mas há alguns sou uma adepta de não contribuir para o Banco Alimentar e faço muita questão de confundir as duas coisas, jonet e ba. Espero que se leve essa prática em conta e da qual não sou a única praticante e espero sobretudo que mereça tanto respeito, ainda que pouco aplaudida, como um voluntariado de 1 década.

De Anónimo a 08.11.2012 às 10:49

Este movimento que "pesca" nos supermercados faz-me lembrar o "Movimento Nacional Feminino" agora em versão séc. XXI

De Saridon a 09.11.2012 às 22:12

MNF - era de apoio as tropas que embarcavam para ultramar - cigarros e outras coisas do genero - A lider do movimento era amiga da rapaziada que jogava à bola no jardim da Rocha - tenho saudades dela - comi muita caraça com queijo flamengo com 1 ou 2 copos de leite.

A Jonet e muitas jonest ganham o dinheiro com a miséria dos outros

E AMI do Nobre? - a ajuda serve para alimentar 5 Nobres, como se sabe.

O mal - é que está na posição de pobre e eu sei o que ´e isso - o trabalho à jorna e sopas de cavalo cansado.

Este país é uma vergonha - para quem prometeu sol na eira e àgua no nabal - devia ser preso -

Comentar post




Sitemeter



Comentários recentes

  • Jaime Santos

    Eu não entendi o comentário do Diogo Moreira nesse...

  • MRocha

    Se está na lei que devem ser públicas, cumpra-se a...

  • Jaime Santos

    Trump, além de mentiroso, é sobretudo um egomaníac...

  • Joe Strummer

    Pois, mas convem não deixar que noutro lado se ins...

  • Anónimo

    E estou eu contratado pelo estado à 16 anos.







«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.» Ortega y Gasset