Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



14
Ago

Os mesmos que desvalorizaram o aumento trimestral (i.e. em 2013-Q1) do défice para 11% (arredondamento às unidades), são os mesmos que agora rejubilam com o aumento trimestral, em cadeia, do produto. Ouve-se o claquismo político no seu esplendor máximo: são urras, vivas, olés, avés a este Governo. Todos ao Marquês e aos Aliados, que produzimos mais riqueza que no trimestre anterior. Esqueça-se o nível de desemprego, os níveis de pobreza, a emigração sem precedentes na Era democrática, esqueça-se a degradação das políticas públicas e as condições de vida da classe média, a desconfiança na classe política e na democracia, esqueça-se que anualmente vamos produzir menos que em qualquer outro ano dos últimos dez (vd. PIB em volume). 

Autoria e outros dados (tags, etc)




Sitemeter



Comentários recentes

  • Zzzzz

    Qualquer comparação, equiparação, ao nazismo, abso...

  • Sérgio Lavos

    Concordo, devemos respeitar quem é diferente de nó...

  • Bruno

    Muito sinceramente, isto é tudo muito lindo, mas h...

  • alvaro silva

    Só vejo dores de cotovelo e premonições de catástr...

  • J P C

    Se é isso o que o meu comentário lhe faz lembrar, ...







«As circunstâncias são o dilema sempre novo, ante o qual temos de nos decidir. Mas quem decide é o nosso carácter.» Ortega y Gasset